Áudio-marketing-para-elevar-a-sua-estratégia-de-conteúdo-1524x1016 Áudio marketing para elevar a sua estratégia de conteúdo

Entre as muitas possibilidades do Marketing de Conteúdo  fique atento ao crescimento do áudio marketing ou o marketing de voz. Embora, ainda pouco explorado diante do seu enorme potencial, é um recurso que vai crescer incrivelmente nos próximos anos, que já demonstra adesão e preferência dos usuários.

Isso tem a ver com uma questão que já abordamos em alguns textos anteriores: as pessoas não querem ser interrompidas em suas tarefas, querem e precisam de mais tempo e qualquer recurso que alongue sua produtividade dentro do “tempo” ganha simpatia imediata.

Então, por que não disponibilizar conteúdos que possam ser apreciados enquanto as pessoas estão “ocupadas”, como os posts em áudios ou podcasts?

Sem a necessidade de manter os olhos fixos nos materiais, apenas por meio da audição, as pessoas podem dirigir, fazer exercícios e até comer.  Ultimamente muitas pessoas já preferem fazer refeições ouvindo algum conteúdo a ver programas na televisão. Esse é apenas um dos exemplos, mas existem muitos outros.

Vamos abordar apenas um outro, que muitas pessoas vão entender porque já vivenciaram ou presenciaram. Nos grandes centros, as pessoas perdem horas diárias em seus deslocamentos de casa para o trabalho, para a faculdade ou para algum programa ou compromisso.

Qual o melhor recurso para “ocupar” esse tempo? O som sempre foi a principal escolha.

O mais conhecido jeito de transformar o que seria tempo ocioso em algo mais agradável, é ouvir músicas dentro dos transportes, seja um carro particular ou até mesmo por meio de transporte coletivo. A paisagem do percurso passa de uma maneira mais amena ou irada, de acordo com o som escolhido.

Mas que tal usar esse período em que não está se fazendo nada para aprender? Ou consumir?

E dentro desta linha de pensamento, o áudio marketing veste melhor que uma luva. Pode ser tão interessante quanto ficar ouvindo o rádio, nos dourados tempos desse meio de comunicação, que reunia famílias inteiras em torno dele.

Hoje ninguém quer parar o que está fazendo só pra ficar ouvindo, mas pode apenas ouvir enquanto executa outras tarefas. Pode-se dizer até que é essa uma mídia que vem renascendo, com outra roupagem.

Crescimento dos mecanismos de voz

É devido a percepção do imenso potencial do som, que grandes marcas como a Apple e a Microsoft têm investido cada vez mais na Inteligência Artificial , especialmente com os assistentes ativados por voz, como a Siri e a Cortana. Há também os assistentes domésticos como o Google Home e o Amazon Echo.

Essas empresas perceberam que a automação de vários processos caiu nas graças dos consumidores e, para tanto, criaram assistentes que executam tarefas para as pessoas por meio do comando de voz.

Podemos citar também a Alexa, outro assistente virtual inteligente da Amazon. Ela tem capacidade de oferecer controles por voz, tocar músicas, fazer lista de tarefas, configurar alarmes, dar informações sobre o tráfego, clima e também controlar sistemas e aparelhos conectados.

Pode ter certeza, esses assistentes de voz são poderosas armas dentro do processo do Inbound marketing, porque há tanto material de leitura atualmente que as pessoas não conseguem ler. Por isso, são extremamente convenientes. Não dá pra ler tudo, mas dá pra ouvir muito mais coisas.

Isso sem contar nas inúmeras distrações que nos atrapalham de ler qualquer coisa ao longo do dia, desde as indefectíveis mensagens de WhatsApp, aos telefones de clientes ou pedidos de atenção de outros públicos.

De olho nesta realidade, empresas de comunicação como o Uol e a Folha de São Paulo também já possuem recursos de robótica em suas publicações. Mas neste caso,  a leitura realizada indisfarçavelmente por um assistente digital não é tão atrativa.

Por isso, para incentivar a adesão ao recurso, grandes empresas também já estão adotando vozes mais humanizadas para as suas interações com os seres humanos. As notícias podem não ser tão atrativas sendo narradas por um robô, mas por vozes humanas fica muito mais interessante.

Áudio-marketing-para-elevar-a-sua-estratégia-de-conteúdo-5 Áudio marketing para elevar a sua estratégia de conteúdo

Recursos do áudio marketing

Mas se as pessoas estão cada vez mais interessadas em consumir informação por recursos de voz, as possibilidades do áudio marketing também crescem dentro do marketing digital para efeitos de outros tipos de consumo.

Quem trabalha com Marketing de Conteúdo e estuda as tendências do setor sabe que esse é um caminho sem volta. Se os vídeos publicados na internet chegaram a ser a principal mídia de interesse das pessoas destes tempos de web, o áudio começa a ganhar a sua vez e dispara na dianteira.

Até porque, segundo uma pesquisa realizada pela startup Voozer, sobre consumo do conteúdo digital, 83% das pessoas revelaram que não conseguem ler tudo que é postado e é do seu interesse. Uma boa parte também não consegue encontrar um tempo de fazer uma pausa  para ver os vídeos, seja nos seus próprios smartphones ou tablets.

Vamos esbarrar de novo na falta de tempo dos nossos dias. Então, é preciso urgente aproveitar esses dados para o áudio marketing e já começar a investir nesta Fênix renascida.

Conheça algumas estratégias de Áudio Marketing

Considerando que muitas pessoas não conseguem ler todo o material disponível e nem ver tudo por meio do audiovisual, quais são as maneiras de ter mais leads qualificados (LINK) com o emprego do áudio marketing?

Post em aúdios

Muitos posts de blogs que já estão publicados podem ganhar vida nova quando você resolver usar o recurso do áudio marketing.

O conteúdo será o mesmo, mas apenas narrado, com o recurso de players de áudio. E só isso já é capaz de subir o tempo médio na página do blog.

Isso sem contar a possibilidade que se abre para quem estava interessado naquele post e não conseguiu ler, mas pode fazer isso enquanto dirige ou executa outra tarefa mais mecânica, como lavar louça, por que não?

Com isso, é possível gerar mais valor e mais engajamento, porque uma solução para a falta de tempo do seu lead está sendo oferecida.

Essa medida pode até mesmo ajudar a gerar mais leads, porque essa é uma maneira de capturar e-mails de um jeito diferente das landing pages. Na hora que o lead clicar no player, vai precisar deixar o seu e-mail pra prosseguir.

Mas uma dica: nada de voz robotizada. A narração precisa ser bem natural, humana, mostrar emoção e ritmo.

Podcasts

Os podcasts não são novidade, existem desde 2004,  e podem ser consumidos por meio de assinaturas ou downloads automáticos à medida que é atualizado. Normalmente são gratuitos.

Dentro da tendência da preferência pela voz, pode-se dizer que já nasceram modernos, sem essa pretensão, mas também estão ganhando vida  nova.

Para alguns profissionais, inclusive os de venda, que vivem uma rotina dinâmica, se deslocando, buscando clientes e passando horas no trânsito, o recurso do podcasts é uma ótima maneiras de absorver novos conhecimentos.

Ouvir episódios de temas de interesse, entrevistas ou outros materiais, pode ser muito produtivo, ajuda a crescer e evoluir também. Quer gerar mais valor que isso?

Audiogramas

O audiograma é apenas um áudio que se sobrepõe a uma imagem parada e pode ser publicada em redes sociais como o Facebook e o Twitter.

Também pode ter um caráter mais didático, por exemplo, quando é publicado um infográfico que necessita de explicação.

Home Speakers

Lembra que falamos lá em cima do Google Home? O poder da voz é reconhecido por meios dos assistentes virtuais que estão trazendo experiências de busca para nossas casas.

Os home speakers não precisam estar atrelados ao smartphones, podem ser dispositivos diferentes. O Google Home chega a lembrar um objeto de decoração.

O mecanismo da Google pode acender e apagar luzes, programar alarmes, colocar imagens da pesquisas buscadas em uma smart TV e também traz notícias do clima, trânsito e todo o tipo de perguntas que se fizer.

Além do Google, a Amazon e Apple estão investindo neste novo recurso por voz.

Vantagens inegáveis

Então podemos dizer que o áudio marketing é conveniente porque é possível ouvir enquanto se faz outras coisas; acessível porque facilita o consumo do conteúdo; fácil de reutilizar porque pode-se ouvir quantas vezes quiser e retém mais a atenção dos usuários; promove mais engajamento ao capturar mais leads e atende aos anseios de uso inteligente do tempo das pessoas. Ou seja, é a mídia da vez! Que tal usar em suas estratégias?

cases-de-sucesso-grupos2-oscar-calçados Áudio marketing para elevar a sua estratégia de conteúdo