fbpx
Escolha uma Página

GS2-Producao-de-conteudo-GS2-Marketing-scaled Marketing de conteúdo: exemplos falam mais que mil palavras

Você não precisa promover explicitamente sua marca para falar sobre ela. O marketing de conteúdo trata exatamente sobre isso. 

A criação de conteúdos relevantes sobre a área de atuação da sua marca vai direto na necessidade do cliente ao solucionar sua dor. Mas não basta sair produzindo milhares de textos e e-books sem saber como o conteúdo estará alinhado às expectativas do cliente.

Por isso, trouxemos alguns exemplos de marketing de conteúdo com boas práticas para você se aventurar! Confira!

Marketing de conteúdo: o que é?

Já pensou em como seria falar da sua marca, sem necessariamente citá-la? Pois bem: o marketing de conteúdo consiste na criação de conteúdos de qualidade voltados ao interesse da sua persona (cliente ideal)!

Ele pode ser feito por meio de textos no blog, e-books, vídeos, infográficos, postagens em redes sociais e até mesmo vídeos. Tudo isso irá depender de um estudo para o entendimento dos canais que o seu público-alvo mais consome. O que você precisa saber é que existe um tipo de conteúdo ideal para cada canal.

Se a sua empresa ainda não adotou o marketing de conteúdo, saiba que chegou a hora. Nenhum cliente gosta de ser bombardeado a todo momento com propagandas do seu produto ou serviço. Ele também quer experiência, humanização e uma via de mão dupla na confiança para a resolução de seus problemas. 

Então, ter uma estratégia de marketing de conteúdo é de suma importância se a sua empresa não quiser ficar para trás.

Se você tem um e-commerce de roupas para a prática de esportes, por exemplo, provavelmente o seu público-alvo adoraria receber dicas do mundo fitness. Esse cliente em potencial que visita o e-commerce deseja emagrecer? Se alimentar de maneira mais saudável? Aprender dicas de como se exercitar em casa? Isso é o que chamamos, no marketing, de “a dor do cliente”.

Revise sua persona ideal e descubra quais as principais “dores”, ou seja, necessidades e problemas a serem resolvidos dela. Aqui, vale entender o que os consumidores estão procurando na internet por meio de uma pesquisa de palavras-chave. Isso é o que irá atrair potenciais clientes – leads – e fará com que você se destaque em meio a concorrência pois, fazendo um bom trabalho, a chance do Google rankear seu conteúdo na primeira página de busca é grande! 

Mas para engajar o visitante do seu conteúdo, ele deve ser de qualidade mesmo, hein? É hora de esquecer o copia e cola e ser autêntico! Quanto mais pessoas ele encantar, mais sua rede de potenciais clientes irá aumentar. E isso é fundamental para a geração de leads e, posteriormente, vendas!

Ninguém quer fechar negócio com uma marca que não se identifica, né? Então quanto mais você investir em um bom marketing de conteúdo, mais esses potenciais clientes lembrarão de você, de forma positiva, quando precisarem de algum produto ou serviço relacionado ao seu negócio. 

Marketing de conteúdo: como fazer? 

Para se fazer marketing de conteúdo, você deve levar em consideração alguns pontos, como: objetivo, planejamento, estratégias e frequência. 

Em primeiro lugar: tenha um objetivo pré-definido! Por que você está produzindo esse conteúdo? As possibilidades são muitas – reconhecimento de marca, geração de leads; aumentar o engajamento com a marca, vender…

Feito isso, é necessário ter um planejamento de conteúdo. Defina os temas de interesse da sua persona, faça uma pesquisa de palavras-chave e tenha em mente quem ficará responsável pela produção desse conteúdo. 

Também leve em consideração quais estratégias você utilizará para a produção desse conteúdo, em quais canais ele será distribuído e para quem ele será disseminado.  

E claro, mantenha uma frequência. Não basta produzir um texto para o blog a cada dois meses. É aquele velho ditado: quem muito se ausenta, uma hora deixa de fazer falta. 

home-office Marketing de conteúdo: exemplos falam mais que mil palavras

Marketing de conteúdo e o funil de vendas

É importante lembrar que cada conteúdo deve ser produzido visando uma etapa específica do funil de vendas, o que ajudará no processo do potencial cliente virar, realmente, um cliente de fato. 

  • TOPO DE FUNIL

Nessa primeira etapa o seu público não sabe que precisa, de fato, do seu produto ou serviço. É nessa fase que você deve ensinar esse cliente em potencial, atraindo sua atenção. Importante: não é hora de fazer publicidade explícita aqui. Produza conteúdos que criem nele uma vontade de voltar até você. 

  • MEIO DE FUNIL

Aqui, a pessoa já busca a solução de determinado problema. 

O indicado nesta etapa são conteúdos mais profundos, que vá de encontro a dor da persona. Os materiais ricos como e-book por exemplo, te dará a possibilidade de conseguir mais informações desse lead em potencial, ajudando no processo final de vendas.

  • FUNDO DE FUNIL

Se o seu lead chegou até aqui, saiba que ele já demonstra interesse em seu produto ou serviço. 

Produza conteúdos que irão ajudar nesse processo de decisão. Depoimentos de clientes e landing pages com oferta de descontos são boas pedidas. 

Marketing de conteúdo: exemplos

Agora que você já sabe o que é marketing de conteúdo e que a produção de conteúdo é pilar fundamental para geração de leads, chegou a hora de conhecer alguns exemplos para colocar a mão na massa (ou melhor, no teclado)! 

Para isso, trouxemos 2 exemplos de cases de sucesso de marketing digital,  de alguns dos nossos clientes:

Segmento de engenharia e arquitetura

O Grupo AJ tinha como objetivo o aumento na geração de leads e oportunidades, melhoria na qualidade de oportunidades geradas e consequentemente a diminuição no custo de aquisição de leads.

A produção de conteúdo para o blog, materiais ricos e redes sociais seria a responsável pelo relacionamento e geração de autoridade do Grupo.

Através dos materiais ricos produzidos, são gerados novos leads, a princípio para o topo de funil e na sequência para as outras etapas. Em apenas 4 meses, o crescimento no número de novas oportunidades chegou a 320%. 

Segmento área da saúde

O Dr. Marco Túlio Cavalcanti é médico urologista e andrologista, com foco na saúde sexual do homem e performance masculina.

O objetivo dele com marketing digital era expandir essa referência para os meios digitais, atingindo um número ainda maior de homens interessados nas temáticas abordadas.

A estratégia desenhada pela GS2 Marketing continha a produção de conteúdo relevante para as personas. Os conteúdos produzidos seriam distribuídos através de diversos canais como, blog, redes sociais, com ênfase para o Youtube e e-mail marketing, levando em consideração a jornada de compra da persona em cada um desses canais.

Os conteúdos para o blog também seriam desenvolvidos pautados numa estratégia SEO com o objetivo de ranqueamento na SERP do Google.

Os resultados? Em apenas três meses, o canal no Youtube passou de 61,8 mil seguidores para 132 mil; O potencial de tráfego orgânico aumentou mais de 600%; Resultado 0 (zero) na Serp do Google para termo com mais de 2500 buscas por mês e geração de mais de 1800 leads com os materiais ricos publicados, sobre disfunção erétil e prótese peniana.

Ficou interessado em ser o nosso próximo case de sucesso? Entre em contato conosco e veja na prática os benefícios do marketing de conteúdo para a sua empresa!