Como-vender-nas-redes-sociais-mais-utilizadas-pelos-brasileiros Como vender nas redes sociais mais utilizadas pelos brasileiros

Quando a Secretaria de Comunicação (Secom), do governo federal, aponta que 92% das pessoas que estão na internet também estão nas redes sociais, dá para entender que é bem possível utilizar esse canal para melhor desempenho das marcas.

Hoje as pessoas estão super conectadas por meio de smartphones, tablets e computadores, que assumiram papel fundamental nas relações pessoais e de trabalho.

E por que as redes sociais? Porque são uma estrutura social que as pessoas utilizam para compartilhar interesses nos mais diversos assuntos. Então, nada mais evidente que as marcas também queiram estar lá para interagir com prospects e clientes.

De fato, os brasileiros não escondem seu amor pelas redes sociais. Ficam horas e horas olhando fotos, comentando posts e compartilhando informações.

Para se ter uma ideia, segundo pesquisas, a média de frequência do brasileiro nas redes sociais é de 3h39 por dia, só perde para o uso online nas Filipinas, que é maior que 4 horas diárias.

Pela ótica comercial, essa permanência online dos usuários por tanto tempo coloca as redes sociais, sem dúvida, como uma das formas de vender mais também.

Com a chegada de cada vez mais jovens da geração Z ao mercado consumidor a tendência é que se venda cada vez mais pela internet e cada vez mais pelas redes sociais.

Por que as empresas devem usar o potencial as redes sociais?

As redes sociais podem ser uma espécie de vitrine da empresa no universo digital, onde é possível compartilhar não só produtos e serviços, mas também a visão do negócio.

Além disso,  é possível ter uma relacionamento mais estreito e personalizado com o cliente.

Com a possibilidade de segmentação do público, o esforço de direcionamento das marcas pode ser melhor aproveitado de acordo com as características particulares de cada audiência.

Por meio das redes sociais, as marcas também ficam atualizadas a respeito dos desejos do seu público-alvo, já que é lá que a audiência expõe absolutamente tudo, das viagens de férias aos novos cursos frequentados.

Essas informações podem ser super úteis para planejamento de estratégias e ações de marketing.

Outro ponto positivo das redes sociais é a possibilidade de ações em tempo real, o que se mostra muito funcional em situações de gestão de crise.

Qual é a melhor rede social para o seu negócio?

Para se ter uma ideia, só no último ano, o Brasil somou 8 milhões de novos usuários em redes sociais. Percebe-se que os potenciais são imensos, mas como escolher a melhor rede social para investir suas iniciativas de marketing digital?

Um dos segredos é ajustar as características de cada rede social à sua audiência.

Sem dúvida, no mundo, a rede social preferida ainda é o Facebook, que tem mais de 2,2 bilhões de usuários ativos.

Essa estatística aponta que a rede é um grande investimentos para públicos variados, embora seu crescimento tenha sido desacelerado com o surgimento de outras redes.

No Brasil, a estatística é igual, o Face é a rede preferida, seguida pelo WhatsApp, Youtube,  Instagram, Linkedin, Twitter, Facebook Messenger, Pinterest e Snapchat.

via GIPHY

Vamos conhecer as redes e suas possibilidades para geração de negócios:

Facebook

O Brasil tem o terceiro maior público usuário do Facebook, fica atrás apenas da Índia e dos Estados Unidos.

A rede é bastante versátil, intuitiva e funcional, serve tanto para relacionamentos pessoais como para fomentação de negócios, por meio de páginas personalizadas

Com sua página no Face, que é diferente de perfil de usuário, é possível entregar conteúdos, prestar suporte e até fazer vendas. Mas antes disso, é preciso conhecer bem a sua persona, para qualificar bem a sua audiência.

Também conheça as funcionalidades do Facebook Ads, que é a plataforma de anúncios da rede.  O custo por clique médio do Face é bem competitivo quando comparado a outras redes de anúncio.

Os canais de anúncio na rede ainda funcionam bem para diversos públicos., ao contrário do alcance orgânico que é praticamente inexistente.

A dica aqui é usar os anúncios como parte de uma estrategia maior de marketing digital, abusar do remarketing e apostar nos formulários de geração de leads do próprio facebook!

WhatsApp

Os brasileiros adoram o WhatsApp, que é, literalmente, a rede de mensagens instantâneas preferidas no país. Pode ser usada pelo mobile ou pelo desktop.

A facilidade de uso é o que mais motiva os brasileiros, especialmente porque algumas operadoras de celular permitem o uso sem débito do pacote de dados.

Então, com isso, as pessoas trocam mensagens pessoais sem parar, se informam, compartilham fotos, vídeos e correntes, ou seja, o uso é irrestrito.

No quesito negócios, a rede de chat criou o Whats app Business, para pequenas e médias empresas, que só precisam incluir a conta da empresa no app.

É possível usar para ações de marketing, como promoções e novidades, além da funcionalidade de atendimento ao consumidor.

Aposte no envio de promoções para pessoas que já são clientes e permitiram isso. Cuidado com o envio de muitas mensagens e jamais coloque pessoas em grupos que elas não pediram para entrar. Objetividade é a palavra de ordem por aqui, nada de textos longos de mais.

Youtube

Maior plataforma de distribuição de vídeos do mundo, o Youtube pode ser considerada uma rede social de entretenimento, em que o objetivo principal não é se conectar com as pessoas, mas consumir conteúdo para finalidades diversas, da diversão ao aprendizado.

Para distribuir conteúdo no formato de vídeo, as empresas têm essa ótima plataforma, que já está para lá de consolidada.

Se você for apostar nessa rede lembre-se que frequência das postagens é muito importante.

Instagram

O Instagram foi uma das redes que mais cresceram nos últimos anos, especialmente com o diferencial que da cultura do “selfie”.

Apesar de ser uma rede que pode ser acessada pelo desktop, o mobile ainda é a forma preferida dos usuários, especialmente porque as pessoas têm muitas dificuldades de desapegar dos smartphones no seu dia a dia.

A rede funciona para compartilhamento de fotos e vídeos entre usuários, como os stories, e com a possibilidade de aplicação de filtros.

Os Stories representam um grande ponto de atrativo da rede social para as marcas, porque possibilitam muitos formatos como  perguntas, vídeos em sequência, enquetes e GIFs.

Isso possibilita humanizar a marca, apresentar bastidores, divulgar os conteúdos de forma bem visual, o que gera credibilidade.

Lembre-se que o importante transformar o perfil pessoal para perfil de negócios e deixá-lo público.

Aposte em imagens bonitas, feeds bem montados e abuse do stories para interagir com sua audiência.

Linkedin

O Linkedin é a maior rede de conexão de profissionais. Está cada vez mais parecida com  o Facebook, no sentido da funcionalidade.

Para as empresas que estão fazendo recrutamento é o melhor canal, pois é possível verificar as competências dos usuários por meio de seus perfis, experiências e muitas outras informações relacionadas ao universo corporativo.

Além disso, é possível aproveitar para:

  • Ter contatos feitos em cursos, palestras e outros eventos, agregando futuros novos clientes;
  • Acompanhar as atualizações de possíveis prospects, para acertar o timing da abordagem;
  • Desenvolver boa conexão com clientes, favorecendo a fidelização deles, com comentários em seus posts, participação nos mesmos grupos e indicação de materiais relevantes;
  • Humanizar o contato com informações extras, em assuntos de interesses, grupos de discussão e trabalhos anteriores.

É uma ótima rede para compartilhamento de conteúdos profissionais, então se sua empresa é B2B aposte no Linkedin.

Por aqui o alcance orgânico ainda existe e apesar dos anúncios serem um pouco mais caros que as outras redes os leads também são mais qualificados. Teste para ver se vale a pena!

Twitter

Apesar da queda da preferência pelo Twitter entre as redes sociais, esse canal ainda é importante como estratégia de negócios.

Tem sido usado como segunda tela para comentários da programação de outras mídias, como a TV.

Seu potencial tem sido verificado com o uso por políticos, que estão usando a plataforma para divulgar informações.

Isso demonstra que é muito eficiente para quem quer atingir seu público de forma rápida e sucinta, além de gerar mais tráfego.

É um grande aliado para geração de negócios, por meio da divulgação de promoções e novidades da marca, em fotos, vídeos e até links externos.

Facebook Messenger

Quem não se lembra que por duas ocasiões a Justiça cancelou o uso do WhatApp e o público usuário precisou recorrer ao Messenger, que é a ferramenta de mensagens instantâneas do Facebook?

A ferramenta foi separada da rede social em 2016, e para usá-la é preciso baixar aplicativo.

Um dos seus benefícios são os Stories, além de bots e respostas inteligentes para as empresas. Assim funciona como um canal de atendimento ao consumidor também.

Mas além de facilitar a comunicação com as marcas, será que é possível vender por meio as mensagens? Claro que sim.

Favorecer a comunicação com o cliente já é um ponto positivo para estreitar o relacionamento com ele. Além disso, essa comunicação acontece no momento que ele precisa, de forma rápida e eficiente.

Oferecer essa experiência diferenciada, como esse comércio “conversacional”, traz agilidade e comodidade, o que já são fatores positivos que estimulam a compra.

Através do gerenciador de anúncios do Facebook é possível anunciar no messenger e vale a pena dizer que os resultados são muito bons, teste com a sua persona.

Pinterest

Com o conceito de mural de referências, o Pinterest tem sido um dos canais de vendas mais promissores e um meio incrível de gerar tráfego de forma orgânica.

Popularizado em áreas como arquitetura, moda, casamento e culinária, suas potencialidades vão bem além desses segmentos, e podem ser importantes para setores  como educação, tecnologia, games e outros.

Nesta rede social, é possível criar pastas e guardar suas inspirações, fazer uploads de imagens e acrescentar links externos.

Então, use fotos caprichadas, com descrição atrativa e inclua nome dos serviços ou produtos que quer vender.

Snapchat

Como-vender-nas-redes-sociais-mais-utilizadas-pelos-brasileiros-2 Como vender nas redes sociais mais utilizadas pelos brasileiros

O Snapchat é uma rede voltada para jovens hiperconectados, que adoram usar os recursos da tecnologia em suas fotos, mas também permite compartilhar vídeos e textos para mobile.

Seu principal diferencial é a efemeridade: os snaps postados desaparecem algumas horas após a publicação.

Foi a rede precursora dos stories, que hoje é tão comum em outras plataformas.

Para vender no Snapchat, onde os usuários ficam em média 30 minutos por dia, é preciso usar bem suas ferramentas que têm grande poder de alcance:

  • Pode ser usadas para ações de vendas rápidas como queima de estoques ou grandes promoções como a Black Friday;
  • Lançamentos de novos produtos;
  • Concursos e promoções com prêmios para clientes;
  • Conteúdos exclusivos de eventos ao vivo ou apresentação de bastidores, com vídeos breves;
  • Interação com clientes em contatos rápidos, diretos e bem pessoais.

Mas é preciso ter bom senso no uso para clientes. Nada de encher o aparelho deles com vários snaps, porque isso pode provocar efeito contrário.

Influencers

Como-vender-nas-redes-sociais-mais-utilizadas-pelos-brasileiros-3 Como vender nas redes sociais mais utilizadas pelos brasileiros

Um capítulo à parte e que com certeza renderá um post só sobre o assunto, vamos citar aqui apenas que é uma estratégia para utilizar a autoridade que outras pessoas já tem nas redes sociais.

Uma estratégia bem feita com influencers pode transferir essa autoridade para a sua empresa e no final das contas você consegue criar comunidade ao redor da sua marca.

Redes Sociais – Conclusão 

O que o seu cliente precisa? O que ele quer ouvir de você?

Embora as redes tenham suas especificidades, a principal dica para vender mais nas redes sociais é criar conteúdos relevantes, que tragam soluções para os seus clientes, favorecendo o seu engajamento.

Para relembrar:

  • Traga informações precisas e úteis;
  • Lembre-se que a estética da página é outro ponto de atração, por isso, poste boas imagens relacionadas a seus serviços e produtos;
  • Facilite a leitura com infográficos;
  • Use ferramenta de gestão de mídias sociais, para acompanhar todos os canais e estar presente na expectativa do seu público.