Orçamentos
Técnicas de copywriting: o que são e como usar para fechar mais vendas?

Técnicas de copywriting: o que são e como usar para fechar mais vendas?

Já ouviu falar de técnicas de copywriting? Essa é uma ferramenta importante para ser utilizada nas estratégias de marketing e vendas.

Leia esse texto para entender como construir um conteúdo que atinja em cheio o seu público.

O que é copywriting?

Em primeiro lugar, para entender o que é copywriting, é preciso saber que trata-se de usar armas de persuasão na escrita, para convencer o seu público sobre a importância da solução que está oferecendo com o seu marketing de conteúdo, seja um e-mail marketing, posts, e-books, catálogos, cartas de vendas, material rico, uma newsletter, etc. Portanto, tem objetivo comercial.

As técnicas de copywriting vão acionar gatilhos mentais que podem gerar mais conversões e mais vendas. Então, para escrever uma boa copy de vendas, é preciso chamar a atenção, gerar interesse e despertar emoções.

Seguindo os elementos indicados no livro “As Armas da Persuasão”, de Robert Cialdini, a copy precisa ser escrita de forma a gerar reciprocidade, afinidade, autoridade, aprovação social,  compromisso e coerência, e sensação de escassez do que está sendo oferecido.

Mostre a dor do lead, a ampliação daquele problema dele,  apresente a solução, dê testemunho e respostas, e faça uma oferta.

Além disso, a boa copy sempre deve estimular o leitor a tomar uma ação, seja uma compra direta de produtos ou serviços, ou outro ato como seguir para outro post dentro do próprio site, assinar uma NL ou até baixar um material rico. Em geral, há sempre um CTA para incentivar essa atitude.

Mas vale ressaltar que a copywriting não deve ser uma simples propaganda, um bom material deve conter muitas informações para o público-alvo, de forma que gere valor. Portanto, é preciso ter um bom texto,  passar credibilidade e não falar apenas dos benefícios de um produto ou serviço.

Conheça abaixo dicas de copywriting certeiras:

1 - Conheça o seu público

Conhecer o seu público vai ser fundamental para saber como se comunicar bem com ele. Aqui é onde podemos acionar a afinidade/afeição.

Para isso, saiba quem é a sua persona e em qual ponto está na jornada de compra, para produzir os conteúdos que serão importantes dentro desse momento.

Assim, fica mais fácil escrever uma copy que irá esclarecer as dúvidas da persona e estimulá-la a avançar no funil de vendas.

2 - Crie títulos atrativos

O título é o primeiro elemento que vai gerar a atração e interesse do leitor sobre o conteúdo. Portanto, é interessante seguir algumas regras:

  • Despertar a curiosidade;
  • Procure usar números com dados chamativos e fazer perguntas;
  • Usar até 65 caracteres;
  • Fale diretamente com o leitor;
  • Use adjetivos que sejam atrativos ao seu leitor;
  • Uma fórmula interessante é usar: Número + adjetivo + palavra-chave + benefício.

3 - Facilite a leitura

Quando o texto da copy está fluido fica mais fácil para os seus leitores chegarem ao final do conteúdo.

Então, crie títulos, subtítulos e parágrafos curtos de no máximo 6 linhas. Isso vai dar um fôlego na leitura da sua persona.

4 - Conte uma história de forma natural

A narração de histórias (storytelling) é uma técnica antiga para chamar a atenção, envolver  e emocionar as pessoas, portanto, está entre as técnicas de copywriting mais poderosas.

Escreva com palavras simples, sem firulas, como se estivesse conversando com uma pessoa presencialmente. É preciso falar na língua do seu comprador.

É bem possível que você já tenha recebido um material como esse formato, por exemplo, um e-mail marketing que fala como se o remetente fosse seu amigo.

A narração de histórias aciona algo que se assemelha a um filme mental, que, em alguns momentos, envolve até a memória afetiva e os 5 sentidos. Portanto, uma boa copy precisa gerar essas imagens mentais para estimular a sua persona.

Já ouviu falar de técnicas de copywriting? Essa é uma ferramenta importante para ser utilizada nas estratégias de marketing e vendas. Leia esse texto para entender como construir um conteúdo que atinja em cheio o seu público. O que é copywriting? Em primeiro lugar, para entender o que é copywriting, é preciso saber que trata-se de usar armas de persuasão na escrita, para convencer o seu público sobre a importância da solução que está oferecendo com o seu marketing de conteúdo, seja um e-mail marketing, posts, e-books, catálogos, cartas de vendas, material rico, uma newsletter, etc. Portanto, tem objetivo comercial. As técnicas de copywriting vão acionar gatilhos mentais que podem gerar mais conversões e mais vendas. Então, para escrever uma boa copy de vendas, é preciso chamar a atenção, gerar interesse e despertar emoções. Seguindo os elementos indicados no livro “As Armas da Persuasão”, de Robert Cialdini, a copy precisa ser escrita de forma a gerar reciprocidade, afinidade, autoridade, aprovação social,  compromisso e coerência, e sensação de escassez do que está sendo oferecido. Mostre a dor do lead, a ampliação daquele problema dele,  apresente a solução, dê testemunho e respostas, e faça uma oferta. Além disso, a boa copy sempre deve estimular o leitor a tomar uma ação, seja uma compra direta de produtos ou serviços, ou outro ato como seguir para outro post dentro do próprio site, assinar uma NL ou até baixar um material rico. Em geral, há sempre um CTA para incentivar essa atitude. Mas vale ressaltar que a copywriting não deve ser uma simples propaganda, um bom material deve conter muitas informações para o público-alvo, de forma que gere valor. Portanto, é preciso ter um bom texto,  passar credibilidade e não falar apenas dos benefícios de um produto ou serviço. Conheça abaixo dicas de copywriting certeiras: 1 - Conheça o seu público Conhecer o seu público vai ser fundamental para saber como se comunicar bem com ele. Aqui é onde podemos acionar a afinidade/afeição. Para isso, saiba quem é a sua persona e em qual ponto está na jornada de compra, para produzir os conteúdos que serão importantes dentro desse momento. Assim, fica mais fácil escrever uma copy que irá esclarecer as dúvidas da persona e estimulá-la a avançar no funil de vendas. 2 - Crie títulos atrativos O título é o primeiro elemento que vai gerar a atração e interesse do leitor sobre o conteúdo. Portanto, é interessante seguir algumas regras: Despertar a curiosidade; Procure usar números com dados chamativos e fazer perguntas; Usar até 65 caracteres; Fale diretamente com o leitor; Use adjetivos que sejam atrativos ao seu leitor; Uma fórmula interessante é usar: Número + adjetivo + palavra-chave + benefício. 3 - Facilite a leitura Quando o texto da copy está fluido fica mais fácil para os seus leitores chegarem ao final do conteúdo. Então, crie títulos, subtítulos e parágrafos curtos de no máximo 6 linhas. Isso vai dar um fôlego na leitura da sua persona. 4 - Conte uma história de forma natural A narração de histórias (storytelling) é uma técnica antiga para chamar a atenção, envolver  e emocionar as pessoas, portanto, está entre as técnicas de copywriting mais poderosas. Escreva com palavras simples, sem firulas, como se estivesse conversando com uma pessoa presencialmente. É preciso falar na língua do seu comprador. É bem possível que você já tenha recebido um material como esse formato, por exemplo, um e-mail marketing que fala como se o remetente fosse seu amigo. A narração de histórias aciona algo que se assemelha a um filme mental, que, em alguns momentos, envolve até a memória afetiva e os 5 sentidos. Portanto, uma boa copy precisa gerar essas imagens mentais para estimular a sua persona. 5 - Crie conexão e ofereça algo que gere o interesse Se quer começar ou estreitar o relacionamento com a sua audiência, ofereça algo que vai gerar valor. Neste ponto é oferecida a reciprocidade. É possível utilizar frases ou termos que vão acionar os 8 desejos biológicos que todos os seres humanos têm: sobrevivência, ter conforto, ter aprovação social, gozar a vida, não sentir medo, desfrutar de boas comidas e bebidas, ser superior e ter companheirismo sexual. Por exemplo, um material que  pode gerar muito interesse pode ter questões como: “Quer vencer na vida? Quer ser admirado por todos? Quer mais saúde e bem-estar?  Por exemplo, ofereça um material educativo e rico sobre algum tema que seja compatível com o momento de compra da persona,  esclareça suas dúvidas e mostre soluções. Para gerar essa conexão, o leitor deve ter a certeza que aquele material foi criado pensando nele. 6 - Ofereça algo que tem prazo ou quantidade limitadas Quando  oferece um conteúdo, produto ou serviço como algo único e exclusivo, com prazo ou quantidades limitadas, você desperta o gatilho da escassez na sua audiência. Essa é uma técnica de copywriting infalível. Mas é importante oferecer também uma vantagem competitiva. Por exemplo: “Os 100 primeiros leitores que baixarem esse material ganham 10% de desconto no curso x”. Além disso, use verbos imperativos para acionar esse sentido de urgência, especialmente em títulos, subtítulos e botões de CTA. 7 - Faça o lead concordar com sua copy Quando um material gera empatia ao demonstrar que sabe todas as dores que o lead está passando, por não ter encontrado ainda a solução ideal para o seu problema, ele pode se identificar e provavelmente irá dar ouvidos ao que tem a dizer.  Ao revelar que sim, o seu negócio vai ter a solução que vai aliviar a dor que ele está sentindo no momento, o lead vai querer saber qual é essa solução. Neste ponto, é possível gerar compromisso e coerência. Então, faça perguntas na copy que vão gerar respostas positivas dele, por exemplo: “Quer encontrar a solução que vai tirar seu faturamento do vermelho?” ou “Quer ter o corpo que o fará se sentir sexy e poderoso?” Mas lembre-se: prometa o que pode cumprir para não perder a credibilidade da sua marca! 8 - Prove o que está na sua copy Para gerar o gatilho da aprovação social, credibilidade e da autoridade, é preciso apresentar provas de confiança, como estatísticas sérias e depoimentos de outros que já estão usando e aprovando a solução oferecida pelo seu negócio.  Por exemplo, uma marca de produtos de saúde, pode citar também que atua com nutricionistas, médicos e cientistas com expertise para criar produtos confiáveis, inovadores e com pesquisa clínica. Além disso, lembre-se de sempre apresentar qual foi a fonte de onde as informações foram extraídas. 9 - Use a repetição Uma boa copy de vendas sempre repete a mensagem que quer passar ao longo do conteúdo para que fique na mente do seu leitor. Sabe aquelas músicas de efeito chiclete? Mas é preciso moderação, segundo o estudo “Effects of message Repetition on Argument Processing, Recall, and Persuasion”, de John T. Cacioppo & Richard E. Petty, a repetição deve ser moderada, porque se a mensagem for repetida sucessivamente, vai gerar tédio no leitor. 10 - Assuma suas responsabilidades Quando um negócio informa que está disposto a assumir qualquer responsabilidade por eventuais erros, pode estabelecer uma conexão com os seus compradores e também atuar no gatilho da afinidade.     Conclusão Aproveite essas técnicas de copywriting para criar materiais matadores, que vão gerar interesse e emoção na sua persona. Com isso, há grandes chances de engajar, converter e aumentar suas vendas.

5 - Crie conexão e ofereça algo que gere o interesse

Se quer começar ou estreitar o relacionamento com a sua audiência, ofereça algo que vai gerar valor. Neste ponto é oferecida a reciprocidade.

É possível utilizar frases ou termos que vão acionar os 8 desejos biológicos que todos os seres humanos têm: sobrevivência, ter conforto, ter aprovação social, gozar a vida, não sentir medo, desfrutar de boas comidas e bebidas, ser superior e ter companheirismo sexual.

Por exemplo, um material que  pode gerar muito interesse pode ter questões como: “Quer vencer na vida? Quer ser admirado por todos? Quer mais saúde e bem-estar? 

Por exemplo, ofereça um material educativo e rico sobre algum tema que seja compatível com o momento de compra da persona,  esclareça suas dúvidas e mostre soluções.

Para gerar essa conexão, o leitor deve ter a certeza que aquele material foi criado pensando nele.

6 - Ofereça algo que tem prazo ou quantidade limitadas

Quando  oferece um conteúdo, produto ou serviço como algo único e exclusivo, com prazo ou quantidades limitadas, você desperta o gatilho da escassez na sua audiência. Essa é uma técnica de copywriting infalível.

Mas é importante oferecer também uma vantagem competitiva. Por exemplo: “Os 100 primeiros leitores que baixarem esse material ganham 10% de desconto no curso x”.

Além disso, use verbos imperativos para acionar esse sentido de urgência, especialmente em títulos, subtítulos e botões de CTA.

7 - Faça o lead concordar com sua copy

Quando um material gera empatia ao demonstrar que sabe todas as dores que o lead está passando, por não ter encontrado ainda a solução ideal para o seu problema, ele pode se identificar e provavelmente irá dar ouvidos ao que tem a dizer. 

Ao revelar que sim, o seu negócio vai ter a solução que vai aliviar a dor que ele está sentindo no momento, o lead vai querer saber qual é essa solução. Neste ponto, é possível gerar compromisso e coerência.

Então, faça perguntas na copy que vão gerar respostas positivas dele, por exemplo: “Quer encontrar a solução que vai tirar seu faturamento do vermelho?” ou “Quer ter o corpo que o fará se sentir sexy e poderoso?”

Mas lembre-se: prometa o que pode cumprir para não perder a credibilidade da sua marca!

8 - Prove o que está na sua copy

Para gerar o gatilho da aprovação social, credibilidade e da autoridade, é preciso apresentar provas de confiança, como estatísticas sérias e depoimentos de outros que já estão usando e aprovando a solução oferecida pelo seu negócio. 

Por exemplo, uma marca de produtos de saúde, pode citar também que atua com nutricionistas, médicos e cientistas com expertise para criar produtos confiáveis, inovadores e com pesquisa clínica.

Além disso, lembre-se de sempre apresentar qual foi a fonte de onde as informações foram extraídas.

ebook como estruturar a sua empresa para ter sucesso com o marketing digital

9 - Use a repetição

Uma boa copy de vendas sempre repete a mensagem que quer passar ao longo do conteúdo para que fique na mente do seu leitor. Sabe aquelas músicas de efeito chiclete?

Mas é preciso moderação, segundo o estudo “Effects of message Repetition on Argument Processing, Recall, and Persuasion”, de John T. Cacioppo & Richard E. Petty, a repetição deve ser moderada, porque se a mensagem for repetida sucessivamente, vai gerar tédio no leitor.

10 - Assuma suas responsabilidades

Quando um negócio informa que está disposto a assumir qualquer responsabilidade por eventuais erros, pode estabelecer uma conexão com os seus compradores e também atuar no gatilho da afinidade.

Conclusão

Aproveite essas técnicas de copywriting para criar materiais matadores, que vão gerar interesse e emoção na sua persona. Com isso, há grandes chances de engajar, converter e aumentar suas vendas.

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por dentro da
@grupos2mktdigital

Receba
novidades

Siga-nos
Parceiro Gold RD Station
Certificado em Inbound Marketing - RD Station
Certificados RD Station

GS2 Marketing Digital +55 (12) 99660-9367

2021- todos os direitos reservados 
menuchevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram