Orçamentos
Agência de marketing digital para escolas: estratégias de sucesso

Agência de marketing digital para escolas: estratégias de sucesso

O marketing digital pode e deve estar presente em todos os segmentos. 

E para isso, nada melhor do que contar com uma agência de marketing digital para escolas. Entenda o assunto!

O marketing digital pode e deve estar presente em todos os segmentos.   E para isso, nada melhor do que contar com uma agência de marketing digital para escolas. Entenda o assunto! Marketing educacional: o que é? As estratégias de marketing também chegaram até as escolas!   O marketing educacional são ações com o objetivo de captar e fidelizar clientes (tutores e pais/responsáveis), fortalecer o branding da escola, deixando claro seus valores, além de uma comunicação efetiva com o público - sejam eles pais, alunos ou professores.   O nicho educacional teve um grande crescimento nos últimos anos, com novas possibilidades e maneiras de aprendizado. Portanto, o marketing para escolas particulares vem sendo muito procurado para auxiliar na busca de um diferencial em meio a tantos concorrentes.  Marketing escolar: por que investir? É certo que, com o digital, a maneira de se fazer marketing mudou.  Antes, as escolas investiam em peso no marketing offline - outdoors, televisão e rádio eram grandes aliados.  Hoje, três em cada quatro brasileiros acessam a internet, o equivalente a 134 milhões de pessoas, segundo a pesquisa TIC Domicílios 2019. Fica claro a necessidade de estar presente onde o cliente está, marcando presença no digital.  Confira algumas vantagens que o marketing educacional pode proporcionar: 1- Fortalecimento da marca O marketing educacional fortalece o branding da escola e ressalta seus diferenciais.   Aliás, você deve deixar sempre claro esses seus diferenciais em postagens e conteúdos voltados para o seu público alvo. Em meio a tantos concorrentes no ramo, mostre porque os pais e alunos devem escolher a sua escola e não outra instituição de ensino.  2- Comunicação efetiva com pais e alunos A escola é um ambiente de muitas informações e acontecimentos a todo momento, como por exemplo eventos, palestras, semana de provas e até mesmo uma excursão. Por isso, é fundamental ter um canal de comunicação com os pais e/ou responsáveis legais e com os alunos.  Além da comunicação se tornar mais assertiva, isso gera confiança de ambos os lados, gerando um relacionamento mais estreito entre a escola e seu público.  A pesquisa “2021 Global Marketing Trends – Find your focus” realizada pela Deloitte mostra justamente isso. Ela elencou sete tendências do marketing, sendo que uma delas a confiança.  A marca, no caso o colégio, deve ser conectar com o seu público, entender suas necessidades e mostrar empatia diante do assunto. Por isso, é necessário ser transparente em todas as ações, para que essa confiança não seja “quebrada”.  Um bom marketing educacional também deve levar em conta a linguagem e o tom usados nessa comunicação, criando uma ponte ainda maior entre pais e escola.  3- Captação e fidelização de alunos O marketing educacional também é muito utilizado visando à captação de novos alunos e a fidelização daqueles que já são alunos, no momento conhecido como matrícula e rematrícula. No quesito da captação de novos alunos, isso pode ser feito entendendo quem é a sua persona e qual a sua jornada de compra. Para isso, estruture muito bem o seu funil de vendas e invista no marketing de conteúdo. Aliás, no marketing de conteúdo exemplos são o que não faltam! Além de postagens em suas redes sociais, você pode criar conteúdo otimizado no blog - visando aparecer na primeira página de pesquisas do buscador, webinars, e-books, infográficos, planilhas e muito mais.   Isso tudo dependerá do estágio que seu cliente se encontra no funil de vendas e quais as suas preferências de consumo.   Já no quesito fidelização de alunos, a personalização no relacionamento é o ponto chave. O marketing educacional possibilita um diálogo constante com os pais e alunos, como já abordamos acima.   Além disso, você pode investir, dentro das suas estratégias, no marketing de relacionamento, aproximando-se ainda mais daquele cliente. Ofereça uma experiência única e um atendimento excepcional.   Se você também tiver informações pessoais, como a data de aniversário do seu cliente, você pode investir em estratégias como parabenizá-lo nessa data comemorativa.  Estratégias de marketing educacional: descubra quais são! Se você quer saber como captar alunos para escola, fortalecer sua marca ou melhorar a comunicação com pais e alunos, confira algumas estratégias que podem ser utilizadas: Estude seu nicho de mercado e seus concorrentes O que os concorrentes do setor educacional estão fazendo? De que maneira eles se posicionam? Observe o que vem dando certo e o que não repetir. Defina sua persona Se você não sabe o que é persona, ela nada mais é do que o seu cliente ideal.   Definir isso torna muito mais fácil e assertiva a produção de conteúdo e a estruturação de um funil de vendas.  Saiba seu diferencial e defina seus objetivos a curto e longo prazo Qual o seu diferencial e de que maneira você pode usá-lo para atribuir valor ao colégio?  Além disso, quais são os seus objetivos com o marketing educacional? Não é possível abraçar o mundo de uma só vez, portanto é importante saber aonde você quer chegar, em um período definido de tempo.  Invista no marketing de conteúdo O marketing de conteúdo é fundamental para fortalecer a autoridade da sua marca e sanar as “dores” da sua persona. Oferecer conteúdo de qualidade, no momento que o seu cliente precisa, faz com que uma lembrança da marca seja criada na mente dele a cada ponto de contato.  No momento de uma decisão de compra futura, torna-se muito mais provável que ele opte por consumir daquela marca que sempre esteve presente e o ajudou.   Para isso, defina um planejamento estratégico e coloque-o em prática.   Entenda em quais canais a sua persona está e que tipo de conteúdo ela gosta de consumir.    Aliás, esse conteúdo deve respeitar a etapa do funil que a persona se encontra. Trouxemos alguns exemplos para te ajudar:  Topo de funil - Aposte em conteúdos que solucionem a dor da persona como, por exemplo, materiais sobre a educação de forma geral. Isso porque, normalmente, pais/responsáveis querem ter certeza que a escola tem bons projetos pedagógicos e entende de educação, sendo que você deve transparecer isso.  Meio de funil - No meio de funil, mostre os seus diferenciais perante aos concorrentes, além de como os seus projetos tem embasamento. Porém, ainda não é hora de tentar vender, e sim mostrar fundamento!  Fundo de funil -  Chegou a hora de ter um CTA (call to action) para contato de forma fácil e visível em seus conteúdos! Um ponto importante a se ressaltar é que a resposta do time de vendas deve ser rápida, pois o cliente já espera um retorno! Aliás, ter um time de vendas é um grande diferencial entre as instituições que estão tendo sucesso na conversão de contatos para matrícula e as que não estão.  Pós-venda: o conteúdo pós-venda abrange a parte da comunicação efetiva com os pais/tutores diante de projetos desenvolvidos pela escola. Com essa etapa feita de maneira efetiva, eles acabam virando fãs da empresa e podem indicar a escola para amigos.  Conte com a ajuda de uma agência de marketing digital  Entendemos que os processos são muitos e, a princípio, podem ser um pouco difíceis de serem aplicados.  Por isso, nada melhor do que contar com uma ajuda especializada no assunto, para que as estratégias corretas sejam utilizadas.  Está precisando de ajuda com o marketing educacional da sua escola? Entre em contato conosco! Estamos prontos para te ajudar!  Leia também: como escolher uma agência de marketing digital

Marketing educacional: o que é?

As estratégias de marketing também chegaram até as escolas! 

O marketing educacional são ações com o objetivo de captar e fidelizar clientes (tutores e pais/responsáveis), fortalecer o branding da escola, deixando claro seus valores, além de uma comunicação efetiva com o público - sejam eles pais, alunos ou professores. 

O nicho educacional teve um grande crescimento nos últimos anos, com novas possibilidades e maneiras de aprendizado. Portanto, o marketing para escolas particulares vem sendo muito procurado para auxiliar na busca de um diferencial em meio a tantos concorrentes. 

Marketing escolar: por que investir?

É certo que, com o digital, a maneira de se fazer marketing mudou.

Antes, as escolas investiam em peso no marketing offline - outdoors, televisão e rádio eram grandes aliados.

Hoje, três em cada quatro brasileiros acessam a internet, o equivalente a 134 milhões de pessoas, segundo a pesquisa TIC Domicílios 2019. Fica claro a necessidade de estar presente onde o cliente está, marcando presença no digital.

ebook Como estruturar a sua empresa para ter sucesso no Marketing Digital

Confira algumas vantagens que o marketing educacional pode proporcionar:

1- Fortalecimento da marca

O marketing educacional fortalece o branding da escola e ressalta seus diferenciais. 

Aliás, você deve deixar sempre claro esses seus diferenciais em postagens e conteúdos voltados para o seu público alvo. Em meio a tantos concorrentes no ramo, mostre porque os pais e alunos devem escolher a sua escola e não outra instituição de ensino. 

2- Comunicação efetiva com pais e alunos

A escola é um ambiente de muitas informações e acontecimentos a todo momento, como por exemplo eventos, palestras, semana de provas e até mesmo uma excursão. Por isso, é fundamental ter um canal de comunicação com os pais e/ou responsáveis legais e com os alunos.

Além da comunicação se tornar mais assertiva, isso gera confiança de ambos os lados, gerando um relacionamento mais estreito entre a escola e seu público.

A pesquisa “2021 Global Marketing Trends – Find your focus” realizada pela Deloitte mostra justamente isso. Ela elencou sete tendências do marketing, sendo que uma delas a confiança.

A marca, no caso o colégio, deve ser conectar com o seu público, entender suas necessidades e mostrar empatia diante do assunto. Por isso, é necessário ser transparente em todas as ações, para que essa confiança não seja “quebrada”.

Um bom marketing educacional também deve levar em conta a linguagem e o tom usados nessa comunicação, criando uma ponte ainda maior entre pais e escola. 

3- Captação e fidelização de alunos

O marketing educacional também é muito utilizado visando à captação de novos alunos e a fidelização daqueles que já são alunos, no momento conhecido como matrícula e rematrícula.

No quesito da captação de novos alunos, isso pode ser feito entendendo quem é a sua persona e qual a sua jornada de compra. Para isso, estruture muito bem o seu funil de vendas e invista no marketing de conteúdo.

Aliás, no marketing de conteúdo exemplos são o que não faltam! Além de postagens em suas redes sociais, você pode criar conteúdo otimizado no blog - visando aparecer na primeira página de pesquisas do buscador, webinars, e-books, infográficos, planilhas e muito mais. 

Isso tudo dependerá do estágio que seu cliente se encontra no funil de vendas e quais as suas preferências de consumo. 

Já no quesito fidelização de alunos, a personalização no relacionamento é o ponto chave. O marketing educacional possibilita um diálogo constante com os pais e alunos, como já abordamos acima. 

Além disso, você pode investir, dentro das suas estratégias, no marketing de relacionamento, aproximando-se ainda mais daquele cliente. Ofereça uma experiência única e um atendimento excepcional. 

Se você também tiver informações pessoais, como a data de aniversário do seu cliente, você pode investir em estratégias como parabenizá-lo nessa data comemorativa.

Estratégias de marketing educacional: descubra quais são!

Se você quer saber como captar alunos para escola, fortalecer sua marca ou melhorar a comunicação com pais e alunos, confira algumas estratégias que podem ser utilizadas:

Estude seu nicho de mercado e seus concorrentes

O que os concorrentes do setor educacional estão fazendo? De que maneira eles se posicionam? Observe o que vem dando certo e o que não repetir.

Defina sua persona

Se você não sabe o que é persona, ela nada mais é do que o seu cliente ideal. 

Definir isso torna muito mais fácil e assertiva a produção de conteúdo e a estruturação de um funil de vendas. 

Se você conhece um pouco sobre marketing digital, muito provavelmente você já ouviu sobre o termo persona. Ele é muito comum no dia a dia das empresas, e tem papel fundamental na criação de um conteúdo assertivo. Mas você sabe realmente o que é persona? Continue lendo e entenda tudo sobre o assunto! Persona: o que é? Se você quer saber o que significa persona, saiba que nada mais é do que seu cliente ideal. Ela irá reunir todas as características dos principais compradores do seu produto ou serviço. Ou seja, a persona é justamente aquela pessoa que você quer alcançar com a sua marca! Entenda que, apesar da persona ser baseada em dados e características reais, ela é uma representação fictícia. Ou seja, não se trata de uma pessoa real. Conhecendo seu público-alvo, fica mais fácil notar um padrão entre eles e, assim, montar a representação da sua persona. Aliás, público-alvo é diferente de persona, viu?! O público-alvo trata-se de um “todo”. Um grupo o qual a marca direciona seus anúncios e recursos de marketing. Já a persona é uma maneira de tratar o seu cliente ideal de forma personalizada. E para descobrir quem é a sua persona, é preciso que você entenda o dia a dia dos seus clientes: O que eles fazem durante o dia? E aos finais de semana? Com o que eles trabalham? Eles possuem um hobby? Qual? Eles têm filhos? São casados? Solteiros? Quais os tipos de informações eles consomem? Quais lugares eles frequentam? Quais são as dores e as necessidades dessa pessoa? Bom, essas são apenas algumas das perguntas que irão permitir que você descubra as características do seu cliente e, assim, monte uma ou mais personas para o seu negócio. O interessante é que o termo foi criado em 1983 pelo Alan Cooper, designer e programador de softwares, mas nunca foi tão atual! E se você sabe como funciona o Inbound Marketing, deve entender que além de saber o que é uma persona, é primordial aplicar esse conceito na prática para se obter sucesso no marketing digital. O que é persona no marketing digital e qual a sua importância? Para se ter sucesso no digital, é muito importante entender o que é persona no marketing. Nunca se foi tão falado sobre a humanização das marcas como hoje, e ter uma persona é primordial nesse aspecto. E se você já sabe a importância do marketing digital, muito provavelmente deve saber que sem a criação da persona fica difícil criar um conteúdo de qualidade. Isso porque, sabendo quem é o seu cliente, você conseguirá interagir com ele de maneira muito mais personalizada, atribuindo valor ao que você está oferecendo e criando estratégias e conteúdos muito mais assertivos, economizando tempo e dinheiro. Saber o que falar para o seu cliente, e por onde falar, fará com que as chances de você ter sucesso sejam muito maiores! Quer ver um exemplo? Nós já ressaltamos diversas vezes a importância do marketing de conteúdo, e sobre o uso do blog como parte de sua estratégia para vender mais. Porém, de nada adianta ter um blog, fazer diversos e-books e lives, se a marca não sabe com quem ela está falando e o que aquela pessoa deseja e precisa consumir. A criação da persona guiará todas as suas ações no marketing digital, desde as pautas que serão tratadas naquele mês, até mesmo os canais de comunicação da marca. Por isso é tão importante reservar um tempo para construir a persona da sua marca. Exemplos de personas Agora que você já sabe o que é persona, que tal começar o processo para descobrir a persona ou as personas da sua marca? Para isso, é essencial se basear em dados, e não em palpites! Veja quem são os clientes que mais consomem o seu produto ou serviço e faça uma pesquisa para entender o dia a dia dos seus clientes. Ela pode ser presencial ou online (você pode usar um formulário para isso), e você pode utilizar aquelas e outras perguntas que colocamos mais acima. É importante que a conversa não seja “engessada” e dê espaço para que o cliente possa conversar e trazer novas ideias. Aqui vão outras dicas de informações importantes que você pode obter: Idade? Cidade onde mora? Grau de escolaridade? Se trabalha, qual cargo ocupa? Como é a rotina dessa pessoa? Quais são os hábitos dela? Quais são seus principais objetivos? Quais os maiores desafios na vida dessa pessoa? Ela usa redes sociais? Quais? Quais os assuntos de interesse? Após analisar os dados obtidos, é hora de estruturar sua persona com a ajuda de sua equipe de marketing. Não há regra para a quantidade de personas, pois na hora de estruturar pode acontecer de existir mais de uma. Porém, tenha cautela na quantidade, para não virar bagunça! À medida que você conhecer melhor o seu consumidor, a sua persona pode mudar, evoluir, por isso é preciso revisão constante. Observe um exemplo de persona: Marina, 23 anos. Acabou de se formar em Publicidade e Propaganda, é solteira e mora com os pais em São Paulo. Sua renda mensal é de R$2.800. Trabalha em uma agência de publicidade no cargo de Designer Júnior em horário comercial, e está sempre por dentro das novidades do mundo digital. Ela está conectada no celular a maior parte do seu dia, sendo ele sua principal ferramenta para consumir conteúdo. Suas redes sociais mais utilizadas são o Instagram, WhatsApp, TikTok e Youtube. Em seu tempo livre, ela adora estar com os amigos e viajar, mas sempre priorizando locais mais acessíveis. Ela quer, um dia, atingir o cargo sênior na sua profissão, e ser referência em design. Para isso, ela sabe que precisa se manter atualizada no mercado e, apesar de possuir tempo, o lado financeiro ainda pesa na hora de fazer cursos em sua área. Agora que você já sabe o que são personas, e a importância dela para se ter êxito nas suas estratégias de marketing digital, chegou a hora de se dedicar em descobrir quem é o seu cliente ideal! E claro, precisando de ajuda para isso, conte com a GS2 Marketing Digital!

Saiba seu diferencial e defina seus objetivos a curto e longo prazo

Qual o seu diferencial e de que maneira você pode usá-lo para atribuir valor ao colégio?

Além disso, quais são os seus objetivos com o marketing educacional? Não é possível abraçar o mundo de uma só vez, portanto é importante saber aonde você quer chegar, em um período definido de tempo. 

Invista no marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é fundamental para fortalecer a autoridade da sua marca e sanar as “dores” da sua persona.

Oferecer conteúdo de qualidade, no momento que o seu cliente precisa, faz com que uma lembrança da marca seja criada na mente dele a cada ponto de contato.

No momento de uma decisão de compra futura, torna-se muito mais provável que ele opte por consumir daquela marca que sempre esteve presente e o ajudou. 

Para isso, defina um planejamento estratégico e coloque-o em prática. 

Entenda em quais canais a sua persona está e que tipo de conteúdo ela gosta de consumir.  

Aliás, esse conteúdo deve respeitar a etapa do funil que a persona se encontra. Trouxemos alguns exemplos para te ajudar:

  • Topo de funil - aposte em conteúdos que solucionem a dor da persona como, por exemplo, materiais sobre a educação de forma geral. Isso porque, normalmente, pais/responsáveis querem ter certeza que a escola tem bons projetos pedagógicos e entende de educação, sendo que você deve transparecer isso.

Imagem de topo de funil

  • Meio de funil - no meio de funil, mostre os seus diferenciais perante aos concorrentes, além de como os seus projetos tem embasamento. Porém, ainda não é hora de tentar vender, e sim mostrar fundamento!

  • Fundo de funil -  chegou a hora de ter um CTA (call to action) para contato de forma fácil e visível em seus conteúdos! Um ponto importante a se ressaltar é que a resposta do time de vendas deve ser rápida, pois o cliente já espera um retorno! Aliás, ter um time de vendas é um grande diferencial entre as instituições que estão tendo sucesso na conversão de contatos para matrícula e as que não estão.

fundo de funil

  • Pós-venda: o conteúdo pós-venda faz parte do que chamamos de funil de vendas no formato ampulheta. Ele abrange a parte da comunicação efetiva com os pais/tutores diante de projetos desenvolvidos pela escola. Com essa etapa feita de maneira efetiva, eles acabam virando fãs da empresa e podem indicar a escola para amigos.

Conte com a ajuda de uma agência de marketing digital 

Entendemos que os processos são muitos e, a princípio, podem ser um pouco difíceis de serem aplicados.

Por isso, nada melhor do que contar com uma ajuda especializada no assunto, para que as estratégias corretas sejam utilizadas.

Está precisando de ajuda com o marketing educacional da sua escola? Entre em contato conosco e conheça nossos cases do segmento de educação! Estamos prontos para te ajudar!

Leia também: como escolher uma agência de marketing digital 

2 comments on “Agência de marketing digital para escolas: estratégias de sucesso”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba
novidades

Endereço

Hyde Park
Av. Cassiano Ricardo, 401 – sala 703 | Jardim Aquarius
São José dos Campos - SP

GS2 Marketing Digital +55 (12) 99660-9367

2022- todos os direitos reservados 
menuchevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram